Festa para O Livro dos Espíritos

Em cascatas de luz os Céus beijam Brasília
E Almas dos Altos Cimos comungam felizes,
Glorificam o ensino e as nobres diretrizes
Que orientam todo ser em sua ingente trilha.

Um dossel no planalto... E a excelsa Estrela brilha.
Cantam vozes do Além, entre os áureos matizes
Que no amor de Jesus têm robustas raízes,
São bênçãos desatadas... Tudo é maravilha!

Eis a festa forjada pelos encarnados,
Inspirada, porém, no estro dos Sempre Vivos
Que se estribam no amor, formoso, em apogeus.

Louva-se, hoje, esse Livro que em todos os lados
Vai libertando os homens das sombras cativos,
Para a vida abundante no seio de Deus.

José Raul Teixeira. Pelo Espírito Sebastião Lasneau. (Soneto psicografado por José Raul Teixeira, em 14/4/2007, durante o 2o Congresso Espírita Brasileiro, em Brasília, DF.) Revisão em conjunto com o médium. Reformador de Junho de 2007.